Qual é o melhor carro para trabalhar como taxista?

Postado em: 01 de fevereiro de 2021
Compartilhe

Imagine que você quer trabalhar como taxista em empresas como a Original Software ou outras. Ou então, quem sabe, quer se tornar um motorista de aplicativo particular, o que é válido também. Nesse caso, você deve estar se perguntando: qual é o melhor carro para trabalhar com taxista? Se esse é o caso, você veio ao lugar certo, pois ajudaremos a encontrar o veículo ideal para você.

É importante ter em mente que, atualmente, é um bom momento para poder entrar na área de ser taxista ou, no mínimo, renovar o seu automóvel, caso você já seja um. Isso porque a Taxa Selic está no seu menor valor da história e, por mais que a inflação esteja fazendo força, ela ainda deverá manter o ritmo nos próximos tempos. A razão para isso é bem simples: com a pandemia do novo coronavírus, a Selic em baixa permite maior emissão de crédito para ajudar a combater a situação e estimular o consumo, o que é necessário para lidar com a situação.

E aí, quer aprender qual é o melhor carro para trabalhar como taxista? Então siga a leitura do artigo abaixo para aprender!

Qual é o melhor carro para trabalhar como taxista?

Requisitos mínimos

O primeiro ponto para poder escolher um carro para trabalhar como taxista é que ele precisa cumprir certos requisitos. Por exemplo, deve ter no máximo 7 anos de idade. Além disso, precisa ter bancos na frente e atrás (não pode ser adaptado para trabalhar com GNV, por exemplo).

Por causa disso, alguns automóveis se caracterizam melhor para trabalhar como táxi do que outros. Normalmente, os sedãs são os mais utilizados por causa disso. Um hatch até pode ser usado, mas é raro.

Consumo de combustível

O ponto mais importante para analisar na hora de escolher um carro para trabalhar é ver qual é o seu consumo de combustível. Isso porque, quanto menor for o consumo, maior será a margem de lucro do taxista.

Normalmente, as viagens de táxi têm uma baixa margem de lucro, especialmente agora que o Uber alterou a dinâmica do mercado. Portanto, é essencial ter um carro que ajude a otimizar essa margem.

Preço da revisão e manutenção

Em média, um motorista no Brasil roda 20 mil quilômetros por ano. Um taxista deve rodar mais que o dobro disso ou mesmo muito mais do que o dobro disso.

Portanto, ele desgastará muito mais rapidamente as peças e bateria do seu automóvel. Isso significa que precisará ir na revisão mais rapidamente e terá custos de manutenção. Portanto, deve escolher um automóvel econômico nesse sentido.

Marcas com fabricação nacional e de modelos populares são mais baratos nesse sentido, enquanto importados ou mais raros têm revisões mais caras.

Acessibilidade

Um ponto importante a considerar é a acessibilidade dos automóveis no momento. Isso porque não adianta comprar um veículo que você ainda pagará mesmo depois que ele tenha perdido a utilidade como táxi.

Portanto, escolha um preço cujas parcelas do financiamento não sejam altas demais e que seja possível de quitar por completo antes de você precisar comprar um substituto.

Conforto e itens de série

Por fim, verifique os itens de série das opções disponíveis no mercado. O objetivo é garantir o melhor conforto possível para o cliente dentro do seu orçamento. Assim, você pode fidelizá-lo e tornar a viagem mais agradável.

Pronto! Agora você já sabe qual é o melhor carro para trabalhar como taxista. Pelo menos, já sabe como escolher qual o melhor automóvel para você, né? Lembre-se: o ideal é um sedã, com bom consumo de combustível. Não pode ser importado, nem ter revisão cara ou peças difíceis de achar. Precisa estar dentro da sua faixa de preço e ter itens de série como banco de couro, ar-condicionado e outros que promovam a segurança e conforto.

Gostou do conteúdo? Então comente abaixo dizendo qual é o veículo mais indicado para táxi na sua opinião!

É importante ter em mente que, atualmente, é um bom momento para poder entrar na área de ser taxista ou, no mínimo, renovar o seu automóvel, caso você já seja um. Isso porque a Taxa Selic está no seu menor valor da história e, por mais que a inflação esteja fazendo força, ela ainda deverá manter o ritmo nos próximos tempos. A razão para isso é bem simples: com a pandemia do novo coronavírus, a Selic em baixa permite maior emissão de crédito para ajudar a combater a situação e estimular o consumo, o que é necessário para lidar com a situação.

E aí, quer aprender qual é o melhor carro para trabalhar como taxista? Então siga a leitura do artigo abaixo para aprender!

Qual é o melhor carro para trabalhar como taxista?

Requisitos mínimos

O primeiro ponto para poder escolher um carro para trabalhar como taxista é que ele precisa cumprir certos requisitos. Por exemplo, deve ter no máximo 7 anos de idade. Além disso, precisa ter bancos na frente e atrás (não pode ser adaptado para trabalhar com GNV, por exemplo).

Por causa disso, alguns automóveis se caracterizam melhor para trabalhar como táxi do que outros. Normalmente, os sedãs são os mais utilizados por causa disso. Um hatch até pode ser usado, mas é raro.

Consumo de combustível

O ponto mais importante para analisar na hora de escolher um carro para trabalhar é ver qual é o seu consumo de combustível. Isso porque, quanto menor for o consumo, maior será a margem de lucro do taxista.

Normalmente, as viagens de táxi têm uma baixa margem de lucro, especialmente agora que o Uber alterou a dinâmica do mercado. Portanto, é essencial ter um carro que ajude a otimizar essa margem.

Preço da revisão e manutenção

Em média, um motorista no Brasil roda 20 mil quilômetros por ano. Um taxista deve rodar mais que o dobro disso ou mesmo muito mais do que o dobro disso.

Portanto, ele desgastará muito mais rapidamente o seu automóvel. Isso significa que precisará ir na revisão mais rapidamente e terá custos de manutenção. Portanto, deve escolher um automóvel econômico nesse sentido.

Marcas com fabricação nacional e de modelos populares são mais baratos nesse sentido, enquanto importados ou mais raros têm revisões mais caras.

Acessibilidade

Um ponto importante a considerar é a acessibilidade dos automóveis no momento. Isso porque não adianta comprar um veículo que você ainda pagará mesmo depois que ele tenha perdido a utilidade como táxi.

Portanto, escolha um preço cujas parcelas do financiamento não sejam altas demais e que seja possível de quitar por completo antes de você precisar comprar um substituto.

Conforto e itens de série

Por fim, verifique os itens de série das opções disponíveis no mercado. O objetivo é garantir o melhor conforto possível para o cliente dentro do seu orçamento. Assim, você pode fidelizá-lo e tornar a viagem mais agradável.

Pronto! Agora você já sabe qual é o melhor carro para trabalhar como taxista. Pelo menos, já sabe como escolher qual o melhor automóvel para você, né? Lembre-se: o ideal é um sedã, com bom consumo de combustível. Não pode ser importado, nem ter revisão cara ou peças difíceis de achar. Precisa estar dentro da sua faixa de preço e ter itens de série como banco de couro, ar-condicionado e outros que promovam a segurança e conforto.

Gostou do conteúdo? Então comente abaixo dizendo qual é o veículo mais indicado para táxi na sua opinião!